sexta-feira, 10 de julho de 2009

Ovos ISO9000 e Ovos Excepcionais

Quando falamos sobre qualidade, é fácil nos sentirmos confusos.

Isto acontece porque há dois tipos de qualidade em discussão. A maneira mais comum de se falar sobre o assunto, em negócios, é “atingir especificações”. Um item tem qualidade se foi criado do jeito que foi planejado que fosse criado.

Mas, existe um outro tipo de qualidade. É a qualidade do “vale a pena de ser feito?”. A qualidade da exclusividade e humanidade, da paixão e destaque.
Daí o conflito. O primeiro tipo de qualidade é fácil de encomendar, razoavelmente fácil de reproduzir e cabe direitinho numa planilha. Eu me pergunto se conseguimos ir além disso.

Considere dois ovos:
Se eu for para o restaurante da esquina, posso conseguir comer um ovo de alta qualidade, muito facilmente. O ovo é um ovo produzido de forma padronizada, criado em quantidade por galinhas presas e drogadas . No varejo custa (cru) cerca de R$ 0,25 (preços do Rio), ou USD 0.14 nos EUA. O ovo é preparado sobre um fogão, sempre da mesma forma, numa frigideira nem suja nem limpa, coberta com um óleo brilhante e ligeiramente velho. É cozinhado de um só lado, até ficar pronto, virado para o outro lado, por alguns segundos, colocado em um prato, polvilhado com uma pitada de sal iodado e servido, geralmente com um pedaço de torrada de pão branco comum.
Isso é o tipo normal. A maioria das pessoas cresceu com este tipo. Fácil de produzir sob demanda, confiável e esperado.

Se eu fizer um ovo em casa, usarei um ovo de galinha criada livre, na fazenda do próprio mercado, pelo qual pagarei feliz R$ 0,50 no Rio de Janeiro ou USD 0.39 nos EUA. Este ovo tem gosto de ovo, e o dinheiro extra paga o fazendeiro local e uma galinha (um pouquinho) mais feliz. Eu o cozinharia em uma frigideira de ferro bem quente, com azeite de oliva realmente saboroso, e o deixaria fritar até ficar com as beiradas tostadas, depois colocaria um pouco de sal marinho orgânico (que, por ser menos fino e meio áspero, tem gosto melhor, mesmo). Com tudo isso, vai custar mais uns USD 0,31 (R$ 0,50), tudo junto.

Esta é a qualidade em que não se pode confiar, incerta. Você pode não conseguir os ovos. Limpar a panela dá mais trabalho, também. Mas este é um ovo excepcional, um ovo sobre o qual vale a pena falar, um ovo pelo qual vale a pena atravessar a rua, um ovo sobre o qual vale a pena escrever.

Se você pode fazer isso para um ovo, por trinta e um centavos, imagine o que pode acontecer quando você aplica a mesma abordagem para a qualidade de seu trabalho.

-----------------------------------------------------------------------------
Texto original de Seth Godin , traduzido do inglês por Micheline Christophe @michelinebr

Um comentário:

Anderson disse...

Muito boa reflexão Jorge, parabéns!

Minha Seleção